Fechos: principal manancial de água que abastece 30 bairros de Belo Horizonte está secando

O caminho da água

Uma das mais importantes fontes de água que abastece a Região Metropolitana de Belo Horizonte, o manancial de Fechos teve sua vazão reduzida em 37,5 litros por segundo desde 2008: o equivalente a mais de mil piscinas olímpicas por dia.

Em um momento em que se fala tanto em falta d’água, você sabe de onde ela vem e o caminho que percorre até chegar na sua casa?

A fonte da água que chega à sua casa pode estar secando. Mineração, assoreamento de rios, desmatamento, expansão imobiliária, lixo e esgoto não tratados, são problemas cada vez mais próximos da sua vida e, em breve, você será obrigado a falar sobre eles.

Ou vai deixar para se preocupar e defender seus direitos só quando a água realmente acabar?

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a principal fonte de água que abastece 30 bairros da região Centro-Sul da cidade e ainda outros oito de Nova Lima vem de uma unidade de conservação protegida pelo Estado de Minas Gerais chamada Estação Ecológica de Fechos. Nos últimos dez anos, a vazão de água dela diminuiu 15%. São 37,5 litros de água por segundo a menos que em 2008, ou seja, aproximadamente uma piscina olímpica de água potável que deixa de chegar à região metropolitana a cada 70 segundos.

Enquanto a quantidade de água diminui, a população aumenta. Se nada for feito, essa fonte pode ficar completamente indisponível em até 60 anos.

Estação Ecológica de Fechos

O caminho da água: da unidade de conservação até a sua casa

O Caminho da água Unidade de Conservação

(Clique para visualizar em tamanho maior)

 

Quais bairros de BH são abastecidos pelas águas do Córrego de Fechos?

Mapa Belo Horizonte

Belo Horizonte: Alto Santa Lúcia, Anchieta, Belvedere, Buritis,  Carmo Sion, Cidade Jardim, Coração de Jesus, Das Mansões, Morro dos Papagaios, Cruzeiro, Lourdes, Funcionários, Sion, Luxemburgo, Mangabeiras, Santa Lúcia, Santo Antônio, Santo Agostinho, Grajaú, Vila Paris, Vila Cafezal, Serra de José Vieira, São Bento, São Pedro, Savassi, Serra, São Bento, São Pedro, Pilar e Olhos D’água

Nova Lima: Região das Seis Pistas, Condomínio Vale dos Cristais e os bairros Jardim das Torres, Jardinaves, Piemonte, Vale do Sereno, Vale dos Cristais e Vila da Serra.

 

 

 

 

Próxima reportagem: Fechos em sinal de alerta

Estação Ecológica de Fechos

Sabemos da ameaça. Agora, precisamos entender de que forma a exploração descontrolada da mineração, a expansão urbana, o lançamento de esgotos e entulhos e os incêndios ameaçam a Estação Ecológica de Fechos e seu entorno. Na próxima reportagem da série “O caminho da água”, mostraremos como estas atividades têm influenciado a diminuição da água de qualidade que chega à Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Você conhecerá o que pode impactar a Estação Ecológica de Fechos e suas fontes de água. Também apontaremos as formas como você pode monitorar e agir para fazer com que a água de qualidade continue chegando à sua casa.

Share

2 Comments

2 Pings & Trackbacks

  1. Pingback: Fechos: mineração, expansão urbana, esgoto e entulho ameaçam água potável de Belo Horizonte - Lei.A

  2. Pingback: Fechos: Projeto pode garantir proteção integral de nascentes, campos e florestas que abastecem Belo Horizonte - Lei.A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *